facebook  instagra,  linkedin  youtube

Por que trabalhar em equipe?

Por Victor Sakitani

É muito comum algumas pessoas colocarem em cheque a eficácia do trabalho conjunto quando estão inseridas em um ambiente de trabalho onde o que está em evidência é o individualismo. Afinal, para que se preocupar com a produção alheia quando ninguém demonstra interesse pela sua?

Bem, uma das razões mais fortes é a de que se você pensar e agir como a maioria, alcançará os mesmos resultados que a maioria.

Não é segredo para ninguém que o pensamento individualista é o responsável pela estagnação de muitas empresas. Colaboradores que não compreendem a eficácia do trabalho em equipe transformam uma empresa em potencial em apenas mais um local de trabalho de pessoas insatisfeitas e sem ambições.

A história está recheada de exemplos de pessoas e empresas que ousaram fazer a diferença, apostando suas fichas na parceria e na busca pelo crescimento do todo, e que colheram belos frutos, pessoais e profissionais, pela escolha acertada.

Empresas como as lideradas pelo empresário Jorge Paulo Lemman - um dos donos da AB InBev, a maior cervejaria do mundo, e atualmente o homem mais rico do Brasil, por exemplo, caracterizam-se pelo sistema da meritocracia, por meio do qual colaboradores sobem degraus na hierarquia das companhias por conta de seus esforços. Alcançam-se os melhores cargos por mérito, em resposta aos resultados obtidos no ambiente de trabalho.

Profissionais que constatam a possibilidade de crescimento e reconhecimento por seus esforços tendem a doar o máximo de si para alcançar reconhecimento e melhora financeira.

Preocupar-se com os outros, ajudando-lhes a alcançar seus objetivos, e investir em ideias e projetos alheios, também são fatores que conferiram a Brian Epstein, empresário dos The Beatles, e a Ray Croc, fundador da rede de lanchonetes McDonald's, status de grandes empreendedores da humanidade, além de trazer-lhes fortuna. Vale o destaque de que Croc não foi o inventor dos sanduíches da maior rede de fast food do planeta, e muito menos Epstein fazia parte, nos palcos, dos Fab Four.

O grande triunfo destes empreendedores foi o reconhecimento de grandes ideias e talentos, e a junção de dons para que todos pudessem prosperar.

Quando a empresa prospera, todos prosperam. Quando a empresa não alcança os resultados perseguidos, todos sofrem pela ausência de estímulo e possibilidade de ascendência profissional.

Contribuir para que sua empresa se diferencie da grande massa que permanece estagnada trará a você a possibilidade de grandes realizações profissionais, porque a ideologia do "bom para um, bom para todos", é a que tem se mostrado a mais eficiente à levar todos de uma empresa a realização de seus sonhos.

 

Victor Sakitani "Motivação e Comportamento"

Contatos

  • Escritório - (11) 3569-2689
  • Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Siga-nos